IP global irá triplicar entre 2014 e 2019

No Brasil, tráfego IP deverá duplicar no mesmo período

Da Redação


O tráfego de vídeos na Internet também triplicará, crescendo a uma taxa de 24% por ano e atingindo 3 exabytes/mês em 2019 (contra 1,1 exabyte/mês em 2014)


 
No Brasil, o tráfego IP duplicará de 2014 a 2019, crescendo a uma taxa de 19% e atingindo 53 exabytes/ano (4,4 exabytes/mês e 145 petabytes/dia). A cada hora irão cruzar pelas redes IP brasileiras o equivalente em dados a todos os filmes já feitos no mundo. Essas são algumas tendências apuradas pela Cisco.

Em 2019, o tráfego de Internet crescerá 2,2 vezes no país, crescendo a uma taxa de 17% e atingindo 122 petabytes/dia em 2019 (a média do tráfego no horário de pico será de 38 Tbps). O tráfego da Internet no Brasil em 2019 será equivalente a 399 vezes o volume de toda a Internet brasileira de 2005.

Na comparação entre os tipos de redes, a proporção do tráfego fixo/cabeado passará de 37% em 2014 para 19% (do total do tráfego de Internet). Já o tráfego móvel subirá de 3,9% em 2014 para 16,2% do total do tráfego de Internet em 2019.

Quanto aos vídeos IP, o tráfego irá triplicar no período previsto, crescendo a uma taxa de 25% ao ano e atingindo 3,7 exabytes/mês em 2019 (contra 1,2 exabytes/mês em 2014). Os vídeos HD representarão 44,2% de todo o tráfego de vídeo IP no país, ante 17,8% verificados em 2014 (taxa de crescimento anual de 50%).

O tráfego de vídeos na Internet também triplicará, crescendo a uma taxa de 24% por ano e atingindo 3 exabytes/mês em 2019 (contra 1,1 exabyte/mês em 2014).

A média de velocidade da banda larga fixa no Brasil deverá crescer 2,2 vezes de 2014 a 2019, partindo de 8,3 Mbps para 19 Mbps. Já a média de velocidade da conexão móvel deverá crescer 3 vezes no mesmo período, atingindo 2,2 Mbps em 2019. 46% de todos os dispositivos de rede fixa e móvel serão compatíveis com IPv6 em 2019.

Notícias Relacionadas