Televisão UHD gera mais imersão que a Full HD

Pesquisa encomendada pela Samsung revela que conteúdos em UHD são 38% mais envolventes que aqueles em Full HD

Da Redação


 

A Samsung, em colaboração com o MindLab Internacional, acabam de publicar o estudo neuropsicológico “Screen Sensation: The Ultra HD Effect', que analisa os efeitos fisiológicos de assistir uma televisão em UHD em comparação a uma Full HD.

Vinte e quatro pessoas com idades entre 18 e 65 anos participaram da pesquisa. Os participantes eram monitorados através de eletroencefalografia (EEG), atividade eletrodermal (EDA) e frequência cardíaca. Os indivíduos assistiram imagens dos principais serviços de streaming de conteúdo, como o Netflix, assim como uma partida do futebol europeu, em UHD e HD. Para garantir a imparcialidade, a marca do televisor foi ocultada durante o estudo.

Os resultados mostram que o televisor UHD era mais “envolvente” que o Full HD devido a uma combinação do aumento da motivação (medida associada a sentir-se atraído por algo), o processamento visual e o poder beta (medida associada com o pensamento ativo ou concentração).

A imersão aumenta consideravelmente durante experiências como estar em um montanha russa, comprar um novo produto ou sair em uma data determinada, assim como aqueles que gostam de ver e comentar futebol em casa. O fato de que ver conteúdos em UHD aumenta a imersão sugere que essa tecnologia oferece um engajamento mais positivo e rico do espectador.

Os participantes experimentaram níveis de processamento visual até 62% maiores ao verem conteúdo em UHD, o que significa que o cérebro está usando mais de sua capacidade para processar a informação visual. Durante o estudo, os envolvidos se sentiam até 25% mais “no momento” quando assistindo algo pela primeira vez em uma tela UHD, ou seja, os participantes se sentiam mais preparados para reagir ao que estava acontecendo na tela, mais focados, atentos e concentrados.

Outra conclusões desta pesquisa indicam que os participantes se sentiram significantemente mais atraídos pelo conteúdo em telas UHD em comparação com telas Full HD (20% de diferença), criando uma reação emocional positiva, além de se sentirem até 29% mais atraídas ao ver os clipes pela segunda ou terceira vez.

Notícias Relacionadas